Consumo de vídeos no YouTube cresceu 90%, segundo pesquisa