Facebook e Instagram excluem milhões de posts com discurso de ódio